segunda-feira, 2 de novembro de 2015

O âmbito e os meios da Retórica






Entendamos por retórica a capacidade de descobrir o que é adequado a cada caso com o fim de persuadir. Esta não é seguramente a função de nenhuma outra arte; pois cada uma das outras apenas é instrutiva e persuasiva nas áreas da sua competência; (…) Mas a retórica parece ter, por assim dizer, a faculdade de descobrir os meios de persuasão sobre qualquer questão dada. (…)

 As provas de persuasão produzidas pelo discurso são de três espécies: umas residem no caráter moral do orador; outras, no modo como dispõe o ouvinte; e outras, no próprio discurso, pelo que este demonstra ou parece demonstrar.

Persuade-se pelo caráter quando o discurso é proferido de tal maneira que deixa a impressão de o orador ser digno de fé. (…) Persuade-se pela disposição dos ouvintes, quando estes são levados a sentir emoção por meio do discurso, pois os juízos que emitimos variam conforme sentimos tristeza ou alegria, amor ou ódio; (…) Persuadimos, enfim pelo discurso quando mostramos a verdade ou o que parece verdade, a partir do que é persuasivo em cada caso particular.”

                                                                                            Aristóteles, Retórica


















Técnicas de persuasão


ETHOS

Reside no caráter moral do orador

A persuasão é obtida quando o discurso é proferido de maneira a deixar no auditório a impressão de que o caráter do orador o torna digno de confiança.
(o ataque pessoal conhecido no âmbito da lógica informal por argumento ad hominem falacioso pode criar uma disposição desfavorável no auditório).


PATHOS

Reside no modo como se suscita a emotividade do auditório

A per­suasão é obtida quando o discurso do orador desperta no auditório sentimentos e emoções que o tornam recetivo à suposta verdade do que está a ser dito.
(O apelo à popularidade e o apelo aos sentimentos e emoções são   instrumentos retóricos associados a esta técnica)


LOGOS

Reside no próprio discurso, no que ele procura demonstrar

Segundo Aristóteles, o método apropriado é a argumentação retórica que é constituída por entimemas e exemplos.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...