domingo, 25 de janeiro de 2015

O Círculo Cartesiano


Escher

Tenho outra preocupação: como pode o autor evitar raciocinar em círculo quando diz que estamos certos de que aquilo que percebemos clara e distintamente é verdade apenas porque Deus existe?
Pois podemos estar certos de que Deus existe apenas porque percebemos isso clara e distintamente. Assim, antes de podermos estar certos de que Deus existe, devemos poder estar certos de que aquilo que percebemos clara e evidentemente é verdade.
                                                                                                                Antoine Arnauld

Círculo cartesiano
(raciocínio circular)
É o critério de verdade que permite justificar a proposição – Deus existe

Deus existe porque concebo clara e distintamente que Deus existe

É a proposição - Deus existe – que permite justificar o critério de verdade

Como sei que tudo o que concebo clara e distintamente é verdade?
Deus não é enganador e portanto o que percebo clara e distintamente não pode ser falso

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...